<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> Estimulando a Criatividade no Espaço Empresarial
Revista Recre@rte Nº4 Diciembre 2005 ISSN: 1699-1834                              http://www.iacat.com/revista/recrearte/recrearte04.htm

 

Estimulando a Criatividade no Espaço Empresarial criando Inovação com Resultados concretos

Jesus Sanabria  

Pesquisa realizada recentemente pela DH RENOVARE em parceria com CIESP de São Caetano do Sul – São Paulo – Brasil junto a 33% das empresas com mais de 40 funcionários, todas associadas à CIESP, indica a ordem das 3 maiores inquietações dos Empresários, na situação de mercado que estamos atravessando:

1°. Melhorar processos internos e reduzir custos de forma sistemática .

2°. Eles se mostraram interessados em manter o equilíbrio entre Trabalho e Vida

3 ° . Melhorar a Satisfação dos Clientes

O objetivo da pesquisa é ajudar as companhias a perceberem quais são as questões prioritárias e que merecem uma atenção sistemática por parte da Direção das Empresas visando o Desenvolvimento Organizacional para obter e manter melhores Resultados.

Os estágios que estamos implementando nas Empresas Brasileiras estão baseados na Estrutura de desenvolvimento da Criatividade recomendada por David do Prado da Universidade de Santiago de Compostela , Simulações para Inovar sugeridas por Michael Schrage e os Mapas Mentais Multiplos por Tony Buzan, quais sejam:

1er. estágio: Implantar o Modelo de Gestão Criativa

O objetivo é levar Empresários e demais Lideres Brasileiros a refletir, a partir de Espaços Criativos, sobre a importância do Espaço Compartilhado: Fator para a Inovação , uma cultura que adiciona o valor da criatividade e desperta o quanto é importante inovar para fazer frente aos desafios do novo milênio.

A questão mais importante é saber qual é a nossa Meta, ou usando a metáfora da árvore:

Que (frutos) Resultados queremos colher ?

 

 

2 o . estágio: Rumo certo para A dicionar V alor ao Negócio

 

O do desenvolvimento de laboratórios de criatividade e Inovação com Resultados concretos liderados por “experts” em Criatividade e Engenharia/Analise de Valor .

Esses laboratórios funcionam como “oficinas” onde os participantes (se apoiam na metodologia de AV- Análise de Valor , se preparam relaxando-se criativamente através das técnicas da obra “Relajación Creativa” do Prof. David de Prado e reconhecendo as fases da Criatividade de Kneller- Apreensão, Preparação, Incubação, Iluminação e Verificação ) transformam seus problemas em idéias e estas em projetos que resultam em produtos e serviços inovadores com lucratividade.

Por perceber que o desenvolvimento da Criatividade Profissional em direção à Inovação com Resultados concretos é a base dos Novos Negócios é que integramos Sistemas e Comportamentos, através do uso da tecnologia 4R (R esultados, R umo, R ecursos e R elacionamentos) para Pensar/Planejar Sistematicamente, Dirigir, Organizar, Controlar e Interagir nos negócios com Entusiasmo.

3 o . estágio: Redução Criativa de Custos e Aumento de Resultados

Preparação do Ambiente

É quando devemos coletar e interagir com o maior número de dados e informações referentes ao Resultado (Problema, Oportunidade, Novas Experiências) que queremos resolver.

Crie um ambiente que propicie uma boa leitura, anotar, conversar, colecionar, consultar, mapear, rabiscar tudo que auxilie no uso eficiente dos Recursos (Tecnologias –Hardware, Software, Telecomunicações, Imagem/Voz/Dados- Sistemas de Informação, Processos e Procedimentos, Materiais, Instrumentos, Espaço e Tempo, Capital, Retôrno sobre os Investimentos, Metodos, Tecnicas e Ferramentas).

“Para trabalhar com mais facilidade é conveniente atender a um tempo, um ambiente físico e espacial agradável, a uma posição cômoda e com uma roupa solta e confortável, adequada à atividade em ação (criação, produção, visita a um cliente, recepção de revendedores, encontros formais ou informais”.

Incubação

É o nosso processador atuando 24 horas sem parar e, desimpedido das barreiras do dia a dia, elabora conexões, usando tecnicas de Mapeamento Mental objetivando modelar os negócios tendo em vista a nova realidade do mercado. 

Constitue a essência da criação, e é quando a intuição e a interação do racional e emocional desempenham os seus papeis.

 

Iluminação

É o momento do nascimento das idéias. Ele ocorre nas horas mais inesperadas e varia de pessoa para pessoa. Para alguns pode ser no instante que dirige um veiculo, para outros escutando uma música, vendo uma paisagem ou tocando um objeto. 

Verificação: A Hora de colher frutos

É a hora de analisar as idéias geradas anteriormente, julgar e testar, simulando e estimulando a inovação para avaliar sua adequação aos Resultados desejados (Problema, Oportunidade, Novas Experiências). 

Montar um Plano Detalhado de Ação

O que será feito

Quem será o responsável por aquela ação

Quem mais será envolvido

Quando e de que até que data está previsto realizar aquela ação

Como será levado para frente

Onde faremos

E Por que isso será feito (benefícios)

 

4 o . estágio: Relacionamentos Criativos usando as 10 práticas de ouro do Marketing da Inovação para as idéias que queremos colocar em prática como Check List para acompanhar os Resultados que queremos colher.

10 práticas de ouro do Marketing da Inovação

•  Benefícios

•  Conseqüências Negativas

•  Simplicidade

•  Passo a passo

•  Linguagem Clara

•  Algo Familiar

•  Credibilidade do apresentador

•  Desempenho Confiável

•  Fácil de experimentar

•  Fácil de sair

3º ciclo de formación en Creatividad acorde con la C.U.E.
               > Programa profesional (abierto a todos)
               > Master (para titulados)
               > Doctorado (para masters)

Julio 2005. INTENSIVO.    www.micat.net