EMPATÍA   NA    COMUNICAÇãO

 

Francisco Gomes  de   Matos

BRASIL

 

 

Recentemente, ouvi uma  pessoa  referir-se assim  ao sofrimento de outra que perdera o pai : “Não gostaria de  estar  na pele dela, coitada .Teve que enfrentar tudo ,sozinha “

 

O comentário  me fez pensar  sobre um  dos  conceitos-chave  em Psicologia ,  Relações Públicas , Pedagogia  , Comunicação e Lingüística Aplicada:   empatia , o sentimento de  imaginar-se no lugar  de outra pessoa, principalmente quando  esta  passa por  uma  dificuldade ou  está sofrendo.

 

Esse  centenário  termo,que começa a aparecer sob forma escrita  em línguas modernas  a partir de  1904 ,tem um verbo correspondente :empatizar  e, claro, também à mesma família  pertencem   empático(a),  empaticamente  e empatizador(a) . Apesar  de  sua grande relevância  psicosocial, a  empatia na comunicação  ainda não é objeto de  estudo sistemático  na  Escola, por isso, à luz  de princípios  expostos em meu livro  Comunicar para o Bem.Rumo à Paz Comunicativa (Editora Ave Maria, 2002), partilho algumas  reflexões e sugestões  com os leitores desta  empática revista .

 

Como saber  se  estamos sendo  comunicativamente empáticos ? Uma das estratégias é  a  de  observar  como  as pessoas  constroem  suas  frases. Assim,  vale a pena  investirem um caderno  de anotações  sobre  a  fraseologia   da  empatia em Português. Eis uma lista  de  frases  que manifestam  empatia  para com  a pessoa  ouvinte ou leitora. Algumas dessas maneiras de  dizer   são  bastante  freqüentes  no diálogo  quotidiano; outras   podem ser  ouvidas/lidas  em situações  mais  formais . De qualquer maneira, a intenção  de quem assim  se comunica  é   identificar-se com  seu “próximo” , para lembrar  o segundo mandamento : :Ame o seu  próximo como a si  mesmo (Dupla empatia: para com  a pessoa com quem nos comunicamos  e  auto-empatia  ).

 

Frases empáticas (prioriza-se  o próximo  comunicativo)

 

1. Em seu lugar , eu faria/teria feito  a mesma  coisa

 

2. O que você acaba de dizer  , eu  endosso plenamente

 

3. Sua  idéia  é  merecedora   de  nossa atenção,apesar de  divergirmos um pouco

 

4. Você  deve  estar  sofrendo muito ,  posso  imaginar

 

5. Com seu pensamento   coincidimos   ,por isso, vamos  pó-lo  em  prática

 

6. Fazendo coro  com você , também  louvo a iniciativa em favor dos  sem-teto

 

7. Muito  relevante, sua  proposta . Quem dera ter sido  eu   o(a)  autor(a)

 

8. Sua maneira  de  resolver o problema   e a minha têm  pontos  comuns

 

9. Em  seu  futuro, nós também investimos  (slogan  imaginário ,de uma instituição financeira,por exemplo)

 

10. Você  e eu   temos muito o que  conversar  

 

 

Imagine, caro(a) leitor(a)  se   cada frase  acima  fosse construída  ao inverso, isto é,  se a segunda parte  ocupasse  a posição inicial  . Haveria empatia  com nosso próximo ? Não Entretanto, quantas vezes  em nossa vida  comunicativa  teremos  dito  Eu  e   você, em vez De usar a forma empática  Você  e eu ?    parou para  pensar  a respeito  disso ?

 

Um  desafio    para quem  deseja  ser  empático na comunicação    ocorre  toda  vez  que  se precisa  avaliar, criticar, questionar  idéias  ,ações de  outras pessoas. Nessa hora, costumamos dizer  (sobre um  trabalho escolar, por exemplo)  Esse trabalho  tem erros ,falhas demais , não dá para  entender porquê   ou, pondo-nos no lugar do(a)  pessoa, diríamos  com empatia  (compaissão, cordialidade ): Você  teve problemas  ,nesse trabalho : poderíamos ,juntos, descobrir   o  porquê  disso. Que acha?

 

 

Depois dessas reflexões sobre  nosso modo  de  empatizar com o próximo, comento Brevemente  a questão  do  como  pedir a alguém que  empatize com a  gente . Nesse caso, a que  fraseologia  você  recorre, leitor(a) ? Veja. , na lista abaixo, quais  integram  seu repertório  comunicativo em Português  e  quais são  novidades  para  você . Lembre-se  de  que  o importante – na  comunicação   humanizadora – é  ter várias maneiras de ativar  nossa  empatia.A propósito, em sala de aula, somos  empáticos, ou  optamos por “Quero que vocês façam isso “, “Vou deixar vocês  lerem esse texto só durante  10 minutos “ , “ Nada  de  pedir ajuda  a  um(a) colega ! “  frases em  que  a vontade “autoritária”  sufoca a voz  da  cooperação,  co-aprendizagem,   partilha,  solidariedade ou como diria Paulo Freire, que  oprime nosso próximo ,negando-lhe  direitos  educacionais fundamentais.

 

Frases  empáticas  para  reflexão e ação  comunicativa :uma lista aberta.

 

1. Se você  estivesse em meu lugar,   o que  faria/teria feito ? Por quê ?

 

2. Ponha-se em meu lugar: agiria da mesma maneira ou não ? Por quê ?

 

3. Está percebendo  minha  dificuldade   e podia me ajudar ? Como ?

 

4. A seu modo de ver , terei  agido  bem ? Por quê ?

 

5 .Como  você  reagiria, se  a coisa tivesse  acontecido  com você, e ,não, comigo ?

 

No local de trabalho, vivenciamos situações que podem  exigir um  bom  desempenho em empatia comunicativa., pois  é  mais fácil  (dada  nossa  fragilidade e falibilidade humanas...) criticar alguém negativamente, do que   colocar-se em seu  lugar, quando há necessidade  de  chamar a atenção  dessa pessoa.  Por falar em empatia positiva, o(a) leitor(a)  costuma  empatizar  com   personagens  de  obras  literárias,  de   produções cinematográficas  ou teatrais ? E com  personagens históricos , políticos  ?

 Quantas lições

 

Podemos extrair  dessas identificações  com  pessoas  que  vivem papéis diferentes  dos nossos ! Será que,na Escola,  a co-responsabilidade social   (de todos ) estará sendo bem relacionada à co-responsabilidade  comunicativa  ? 

 

Aplicar a empatia  na comunicação requer  qualidades,dentre as quais  a humildade, o senso de cooperação (indispensável para a compreensão e a resolução  construtiva de conflitos ) ,a dignidade e ,acima de tudo, a firme vontade  de  dar  o  lugar principal  da mesa  ao  nosso próximo , como nos ensina  a Bíblia .  Assim, da próxima vez que você  disser ou ouvir  “Por você, seria capaz  de fazer qualquer  coisa ,...” , reflita sobre  o valor empático dessa mensagem. Para concluir, um pequeno desafio: seria possível  empatizar  a  frase  Venha a nós o Vosso Reino ... ? Como ? Eis uma possibilidade : Vosso Reino   venha a nós .  Concordaria ,leitor(a)? Sua  atenção ,agradeço.

 

 

3º ciclo de formación en Creatividad acorde con la C.U.E.
               > Programa profesional multitalentos (abierto a todos)
               > Master (para titulados)
               > Doctorado (para masters)

Julio 2005. INTENSIVO.    www.micat.net